Maus-tratos forçam retorno ao Brasil de modelo que sonhava com carreira na Índia

Em vídeo, Monique Menezes diz ter sido vítima de exploração no país, para onde foi com a promessa de faturar até US$ 2,1 mil (R$ 4,2 mil) por mês

BBC Brasil |

BBC

BBC
Monique Menezes, de 21 anos, disse ter sido vítima de exploração na Índia

Após a gravidez do primeiro filho, aos 15 anos, e uma lacuna de quase meia década devido à maternidade, a paulistana Monique Menezes acreditava que sua promissora carreira como modelo, com passagens pelas passarelas de Milão, na Itália, já havia terminado.

Mas, movida pela vontade de comprar uma casa própria em São Paulo e dar melhores condições ao filho e ao marido, ela decidiu, aos 21 anos, retomar os contatos da época em que era chamada semanalmente para desfilar.

Leia também: Brasileiras denunciam esquema de exploração de modelos na Índia

Saiba mais: Ministério lança cartilha de orientação para trabalho no exterior

Convencida de que seu futuro estava na Ásia, Monique decidiu partir rumo à Índia para uma temporada que duraria seis meses. O sonho de faturar até US$ 2,1 mil (R$ 4,2 mil reais) por mês, entretanto, tornou-se pesadelo em poucas semanas.

Ela sofreu maus tratos e viu-se obrigada a antecipar seu retorno ao Brasil. "Dói bastante saber saber que era um sonho que eu queria realizar e, infelizmente, acabou da pior maneira", afirmou Monique.

Assista ao depoimento de Monique Menezes:

    Leia tudo sobre: índiasmodelobrasileirosexploração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG