Vídeo revela chanceler venezuelano reunido com militares do Paraguai

Reunião, que ocorreu antes da destituição de Lugo, é interpretada como ingerência de Caracas na política paraguaia; Maduro teria tentado articular ação militar anti-impeachment

BBC Brasil | - Atualizada às

BBC

selo

O chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, foi flagrado em um encontro com altos militares paraguaios pouco antes da destituição do então presidente Fernando Lugo . A ação está sendo interpretada por autoridades paraguaias como um caso de ingerência da Venezuela em sua política interna.

Federico Franco: Presidente paraguaio critica interferência estrangeira

AFP
Vídeo mostra chanceler da venezuela Nicolás Maduro em reunião com militares paraguaios

Cassação: Senado do Paraguai aprova impeachment relâmpago de presidente Lugo

Maduro teria tentado arquitetar uma intervenção das Forças Armadas do Paraguai para impedir a destituição de Lugo. O vídeo teria sido gravado em 22 de junho, horas antes de o Senado aprovar o impeachment de Lugo, por câmeras do Palácio do Governo.

A câmera que fez a gravação não registra sons. O vídeo foi revelado na terça-feira pela ministra da Defesa do Paraguai, María Liz Garcia. Segundo ela, o presidente Federico Franco determinou a revelação da gravação. O governo venezuelano nega a ingerência.

O próprio Maduro havia desmentido ter participado de reunião antes da divulgação do vídeo. Ele havia viajado ao Paraguai integrando o grupo de chanceleres da Unasul (União das Nações Sul-Americanas).

Pedido negado

"O chanceler (Maduro) pediu que respondessem a uma situação que estava se delineando e afetava o ex-presidente. Pediu que respondessem imediatamente, conforme o que ocorria ao ex-presidente Lugo", disse García.

Ela afirmou que, apesar da insistência do diplomata, os comandantes das Forças Armadas "optaram por respeitar a decisão do Congresso". Uma cópia da gravação foi levada pelo secretário-geral da OEA (Organização dos Estados Americanos), José Miguel Insulza, que finalizou na terça-feira sua visita ao Paraguai .

Insulza estava no país para conversar com membros dos três poderes e elaborar um relatório sobre a crise política ao Conselho Permanente da organização internacional.

Bloco: Mercosul suspende Paraguai e anuncia adesão da Venezuela

Análise: China e Aliança do Pacífico pressionam Brasil a ampliar Mercosul

Ele afirmou à imprensa paraguaia que não avaliou a gravação ainda, mas disse que ela será analisada pela entidade. Segundo o correspondente da BBC Vladimir Hernández, a Venezuela foi beneficiada pela instabilidade no Paraguai. Isso porque a suspensão do país do Mercosul possibilitou sua incorporação ao bloco .

    Leia tudo sobre: paraguailugovenezuelaimpeachment no paraguaimadurofederico franco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG