Uruguaio é candidato a prefeito de Londres por partido de extrema direita

Carlos Cortiglia, que emigrou em 1989, defende a deportação de todos os imigrantes ilegais, inclusive os do Uruguai

BBC Brasil |

selo

Um uruguaio está entre os sete candidatos que disputarão as eleições para prefeito de Londres nesta quinta-feira, dia 3 de maio. Carlos Cortiglia concorre pelo Partido Nacional Britânico (BNP, na sigla em inglês), de extrema direita, que apesar de minoritário (em 2008, obteve 2,84% dos votos como primeira opção para a prefeitura de Londres), cria polêmica com suas posições duras em relação a imigrantes.

"A questão não é controlar a imigração, mas manter a imigração legal", diz Cortiglia, que emigrou para o Reino Unido em 1989 e é casado com uma russa, com quem três filhos.

Leia também: Londres proíbe anúncio que oferece 'cura para gays'

BNP
Carlos Cortiglia, candidato do Partido Nacional Britânico à presidência de Londres

O candidato se coloca como exemplo: veio para Londres com visto de trabalho, para ser jornalista no serviço mundial da BBC, e acabou obtendo a cidadania britânica, "sempre respeitando as regras".

Segundo ele, todos os imigrantes ilegais devem ser deportados, incluindo os uruguaios.

Em panfletos eleitorais, Cortiglia destaca sua ascendência italiana, por parte de pai, e diz que isso o torna o "candidato mais cosmopolita", mas que quer "preservar as tradições , liberdades e a identidade" do Reino Unido.

Pena de morte

Cortiglia também é um grande defensor da pena de morte. "É um assunto muito espinhoso", reconhece, afirmando que só a aplicaria "em relação ao narcotráfico".

No entanto, quando perguntado se estenderia a punição a outros criminosos, como traficantes de armas, admite que "também". Mas estes são temas que estão acima do poder de decisão de um prefeito, ainda que seja de Londres, "a capital do mundo", em sua opinião.

Para as eleições, Cortiglia divulgou propostas como viagens de graça na rede de transporte público nos fins de semana e o fim do imposto sobre a circulação de carros no centro da cidade, a "congestion charge".

Corrida à prefeitura

No total, sete candidatos concorrem nas eleições desta quinta-feira. Os favoritos são o atual prefeito Boris Johnson, do Partido Conservador, eleito em 2008, e seu antecessor no cargo, Ken Livingstone, do Partido Trabalhista, que chegou ao poder em 2000 e foi reeleito em 2004.

Também concorrem Siobhan Benita, candidata independente, Jenny Jones, do Partido Verde, Brian Paddick, do Partido Liberal Democrata, e Lawrence Webb, do Partido Independente do Reino Unido, além de Cortiglia, pelo BNP.

    Leia tudo sobre: londresreino unidoparaguaiimigraçãoCarlos Cortiglia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG