Batizar filhos de Obama vira moda no Quênia

Muitas mães no Quênia vêm celebrando a vitória histórica de Barack Obama nas eleições presidenciais americanas dando a seus filhos o nome do presidente eleito e sua mulher, Michelle. Um dia depois das eleições, mais da metade dos bebês nascidos em um hospital de Kisumu receberam o nome de Barack ou Michelle Obama.

BBC Brasil |

Kisumo fica perto do vilarejo onde o pai de Obama nasceu e cresceu. O democrata se tornou um herói nacional, e a região comemora desde quarta-feira a sua vitória na corrida à Casa Branca.

Dos 15 bebês que nasceram no New Nyanza Provincial Hospital, em Kisumu, cinco meninos receberam o nome de Barack Obama e três meninas, o de Michelle Obama.

Pamela Adhiambo, que teve um casal de gêmeos na noite depois das eleições, deu aos dois os nomes de Barack e Michelle Obama.

"Eu tinha decidido dar esses nomes aos gêmeos antes das eleições e, mesmo se Obama não tivesse vencido, eu teria feito o mesmo", disse Adhiambo, que convidou Obama e a mulher para visitar os filhos.

Adhiambo disse esperar que os nomes motivem seus filhos a trabalhar duro e alcançar tanto quanto o casal Obama.

Outras mães também disseram que admiram o casal e esperam que seus filhos sejam, no futuro, inspirados a realizar grandes conquistas por compartilhar seus nomes.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG