Base italiana é alvo de atentado no oeste do Afeganistão

Ataque suicida com carro-bomba fere cinco soldados italianos; explosão separada no centro de Herat mata cinco afegãos

iG São Paulo |

O Ministério da Defesa da Itália disse que cinco soldados italianos ficaram feridos, um deles com gravidade, em um ataque suicida do lado de fora de um complexo militar em Herat, no oeste do Afeganistão.

AP
Soldados da Otan correm para resgatar colega preso sob escombros depois de ataque suicida em Herat, no Afeganistão
Segundo autoridades, a explosão do suicida em um carro-bomba e uma segunda explosão em uma movimentada intersecção no centro da cidade, que não fica longe da fronteira ocidental do Irã, deixaram ao menos cinco afegãos mortos e 30 feridos.

O ministro da Defesa da Itália, Ignazio La Russa, disse em Roma que um dos soldados atingidos é um capitão que está gravemente ferido no abdome.

O complexo militar atacado nesta segunda-feira é a base da Equipe da Reconstrução Provincial (PRT, na sigla em inglês) liderada pela Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e sob comando da Itália nos arredores da cidade.

Recentemente a milícia islâmica do Taleban declarou uma "ofensiva da primavera (no Hemisfério Norte) no país.

Horas antes dos incidentes armados em Herat, a agência local "AIP" informou sobre a morte de quatro soldados do contingente da Otan no domingo pela explosão de uma mina no distrito central de Saidabad.

As operações das forças da Otan em resposta à ofensiva taleban provocaram a morte de pelo menos nove civis na província de Helmand (sul do país) durante um bombardeio aéreo no sábado. Após críticas do presidente Hamid Karzai contra a morte dos civis, a Otan pediu desculpas pela ação nesta segunda-feira.

*Com AP, AFP e EFE

    Leia tudo sobre: afeganistãohamid karzaitalebanotanisaf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG