Base de Manas começa a funcionar como centro de passagem de cargas militares

Moscou, 14 jul (EFE).- A antiga base aérea americana de Manas, a última que Washington tinha na Ásia Central e crucial para os mantimentos destinados às tropas aliadas no Afeganistão, começou hoje a funcionar como centro de passagem de cargas militares.

EFE |

Ricardo Bodden, porta-voz do centro de passagem, lembrou que hoje entram em vigor os acordos assinados em 22 de junho pelos Estados Unidos e Quirguistão em Bishkek, para a criação desse lugar no aeroporto de Manas.

"Do centro de passagem, será realizada a mudança de pessoal ao teatro de operações bélicas, assim como seu retorno, servirá de ponte aérea para o abastecimento técnico e de material das tropas (no Afeganistão) e será feito o abastecimento em voo dos aviões das forças de coalizão", disse.

No entanto, Bodden não fez comentários sobre a retirada das tropas da base aérea de Manas, que devem deixar o território até 18 de agosto, nem revelou as mudanças que ocorreram na mesma devido à mudança de status, informou, de Bishkek, a agência russa "Interfax".

Para o funcionamento do centro de passagem, deve ser construída uma nova plataforma, depósitos e um estacionamento para aviões.

A vigilância do novo centro ficará a cargo tanto das tropas aliadas quanto de efetivos quirguizes, seu pessoal não terá status diplomático e o uso de armas de fogo será limitado.

Nos últimos meses, os EUA assinaram acordos de passagem com a Rússia e os centro-asiáticos Cazaquistão, Uzbequistão e Tadjiquistão, estas duas últimas limites com o Afeganistão. EFE egw/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG