Base da al-Qaeda é descoberta em ilha do rio Tigre no Iraque

Uma importante base da al-Qaeda foi encontrada em uma ilha do rio Tigre próximo a Samarra (centro-norte do Iraque), onde foi detido um líder religioso da organização extremista.

AFP |

Os milicianos sunitas aliados do Exército norte-americano localizaram instalações subterrâneas em uma ilha situada no meio do Tigre, cerca de 10 km ao sul da cidade de Samarra (125 km ao norte de Bagdá), informou um dos líderes desta milícia, Majin Yunis Hassan.

Cerca de 1.500 armas de vários tipos, artefatos explosivos, diversos documentos e CDs de propaganda foram encontrados no local, que tinha quatro grandes cômodos, cada um deles com oito camas.

Aparentemente trata-se do quartel-general da al-Qaeda para as províncias de Salaheddin (centro-norte), Anbar (oeste) e Diyala (nordeste), três regiões de maioria sunita, onde os combatentes de Osama Bin Laden têm forte apoio.

O esconderijo foi encontrado graças às coordenadas indicadas por um informante. Os ocupantes das instalações tiveram tempo de fugir, disse Hassan.

Um líder religioso do "Estado Islâmico do Iraque", califado autoproclamado pelos seguidores da al-Qaeda, foi detido na sexta-feira em Samarra, informou a Polícia local.

O mufti Shawkat al-Durri e dois de seus colaboradores foram presos pelas forças de segurança iraquianas e entregues ao Exército norte-americano.

str-hba/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG