Barroso diz que crise financeira começa a ceder

Atenas, 27 abr (EFE).- O presidente da Comissão Europeia (CE), José Manuel Barroso, afirmou hoje em Atenas que a crise da economia mundial começou a ceder e que a implementação de medidas levará à estabilização.

EFE |

"Apoio totalmente as declarações dos ministros de Economia do Grupo dos Sete (G7, os sete países mais desenvolvidos do mundo) no fim de semana de que a gravidade da crise financeira mundial começou a diminuir, e que após as medidas assumidas avançamos rumo à estabilização", disse Barroso depois de se reunir em Atenas com o primeiro-ministro grego, Costas Caramanlis.

"Agora devemos cumprir as decisões anunciadas e cuidar de reduzir as repercussões da crise nas camadas mais frágeis", acrescentou.

Barroso declarou também que a Grécia enfrenta dificuldades no setor financeiro fiscal e que apoia as mediadas implementadas pelo Governo grego.

O presidente da CE se encontra em Atenas para assistir a uma conferência do organismo hoje e amanhã para debater novas medidas proteção da biodiversidade, com a participação de 230 delegados da União Europeia (UE), de ONGs, da ONU e do mundo empresarial europeu.

EFE afb/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG