Um barco chinês com um carregamento de armas e cujo destino era o Zimbábue recebeu nesta quarta-feira autorização para descarregar da alfândega sul-africana depois de ficar bloqueado dois dias no porto de Durban.

"No que diz respeito ao navio 'An Yue Jiang', queremos confirmar que está ancorado na entrada do porto de Durban, com sua carga com destino ao Zimbábue", assinalou a companhia Transnet, que gerencia esse porto no sudeste da África do Sul.

O Zimbábue está submetido a um embargo de armas por parte dos países ocidentais, que decidiram punir o país sul-africano depois da controvertida reeleição do presidente Robert Mugabe em 2002.

fb-cf/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.