Um barco francês com vários passageiros foi interceptado por piratas no litoral da Somália, considerado um dos mais perigosos do mundo, indicou à AFP um ministro da região semiautônoma de Puntland (noreste da Somália).

Segundo Hassan Alore, a embarcação, um pequeno iate, foi interceptada na zona do Golfo de Aden e se dirige para o povoado costeiro de Eyl, sudeste de Bosasso, capital econômica de Puntland, freqüentemente utilizado como base por piratas para guardar barcos tomados como reféns.

Oito ataques desse tipo ocorreram frente às costas somalianas desde o final de julho.

nur-lp/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.