PROVIDENCIALES (Reuters) - A primeira embarcação conhecida com haitianos fugindo de seu país depois do devastador terremoto de 12 de janeiro foi capturada em frente às ilhas Turks e Caicos, no mar do Caribe, informaram autoridades nesta sexta-feira. Os oficiais do território britânico disseram que não estava claro se as 122 pessoas a bordo do barco, que foi interceptado na quarta-feira pela Marinha, abandonaram seu país devido ao terremoto ou se estavam tentando escapar da pobreza.

Os haitianos foram retidos em um complexo esportivo ao invés de serem enviados de volta ao Haiti. Na semana passada, o arquipélago suspendeu a deportação de haitianos ilegais, alegando que "certamente levará algum tempo até que a situação no Haiti volte à normalidade".

O terremoto na nação caribenha provocou a morte de até 200 mil pessoas e deixou quase 1 milhão sem moradia.

Os haitianos frequentemente se arriscam em uma viagem de 145 quilômetros ao norte para chegar às ilhas Turks e Caicos em embarcações sobrecarregadas.

A maioria dos barcos é capturada, mas algumas alcançam as ilhas sem serem detectadas e outras encalham nos recifes que rodeiam o popular destino turístico.

(Reportagem de Richard Green)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.