Barco com pelo menos 131 imigrantes chega à costa italiana

(atualiza número de imigrantes e acrescenta novos dados). Roma, 20 set (EFE).- Uma barcaça com pelo menos 131 imigrantes ilegais a bordo, entre eles 47 mulheres e 13 crianças, chegou hoje ao litoral da ilha italiana da Sicília, informaram à Agência Efe fontes da Guarda Costeira.

EFE |

Segundo estas fontes, o desembarque em solo italiano aconteceu de madrugada, no município de Portopalo di Capo Passero, na província de Siracusa (extremo sudeste da ilha). Imediatamente depois, os imigrantes ilegais foram interceptados pelas autoridades.

A Guarda Costeira suspeita que a embarcação trazia ainda mais pessoas, por isso continua rastreando a região na busca de outros imigrantes ilegais.

"De acordo com os primeiros testemunhos recolhidos esta noite, (...), poderia haver 230 imigrantes dentro da barcaça", disse hoje o prefeito de Portopalo di Capo Passero, Michele Taccone, em declarações à imprensa italiana.

"Portanto, faltaria localizar mais ou menos cem pessoas", acrescentou.

A velha embarcação em que os imigrantes ilegais viajaram, com 12 metros de comprimento, foi achada por agentes da Capitania dos Portos numa praia próxima ao local onde os imigrantes foram interceptados.

A suspeita é que os imigrantes, a maioria deles da Eritréia, partiram de algum ponto do litoral do Egito com direção à Itália.

EFE mcs/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG