Barco com imigrantes ilegais da Líbia afunda; 20 são resgatados

Cairo, 30 mar (EFE).- Dezenas de imigrantes ilegais que saíram no domingo à noite das costas da Líbia podem estar mortos, após a embarcação na qual estavam naufragar três horas e meia depois de ter zarpado, informaram autoridades egípcias.

EFE |

O assistente para Assuntos Consulares do Ministério egípcio de Assuntos Exteriores, Ahmed Rizk, disse que a embarcação partiu de Sidi Bilal, mas começou a entrar água no casco e o barco acabou afundando.

Rizk destacou que a Guarda Costeira líbia conseguiu resgatar 20 pessoas, entre elas seis egípcios, mas não se sabe o paradeiro dos demais e teme-se que os mortos cheguem às dezenas. Entre os desaparecidos há dez egípcios, acrescentou o funcionário.

"Estavam a bordo do barco de pesca pessoas de várias nacionalidades, entre elas 16 egípcios", disse o funcionário à agência oficial egípcia "Mena", que cita relatórios da embaixada egípcia na Líbia.

A mesma agência informou, em Trípoli, que outra embarcação com 350 emigrantes clandestinos em direção à Europa sofreu um problema perto do litoral com a Líbia, mas os ocupantes foram resgatados por um cargueiro. EFE ag/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG