Barco com haitianos naufraga no Caribe e deixa 15 mortos

As autoridades de Turcos e Caicos seguiam nesta terça-feira em busca de 67 imigrantes haitianos, desaparecidos no naufrágio de um barco que deixou ao menos 15 mortos na costa deste arquipélago caribenho.

AFP |

A Marinha local, auxiliada pela guarda costeira dos Estados Unidos, já resgatou 118 pessoas nos recifes a 3,7 km a sudeste da ilha de Caicos Ocidental, mas as chances de se encontrar sobreviventes são cada vez menores, em águas infestadas de tubarões.

"Largamos hoje (terça-feira) ao amanhecer, varrendo a região a procura de mais sobreviventes, mas já não temos esperanças", disse o chefe da Marinha local, Neil Hall. "Provavelmente, vamos encontrar apenas mais corpos".

Segundo Hall, a cada hora que passa as chances diminuem, já que os sobreviventes encontrados estavam esgotados e desidratados".

A guarda costeira dos Estados Unidos revelou hoje que 15 corpos foram encontrados e que "ao menos 67 imigrantes haitianos seguem desaparecidos" após o naufrágio.

As autoridades estimam que ao menos 200 pessoas estavam no barco no momento do naufrágio, a grande maioria imigrantes haitianos, que tentariam chegar às Bahamas ou aos Estados Unidos.

"O problema com estes barcos é que não temos uma idéia de quantos estavam a bordo, de modo que não sabemos quantos estamos buscando ou quantos poderemos encontrar", destacou Hall.

"Estes barcos são cargueiros a vela. Não têm motor, a vela é improvisada, de modo que vão quase à deriva", explicou à AFP Jennifer Johnson, porta-voz da guarda costeira em Miami.

Segundo alguns sobreviventes, o barco partiu do Haiti com cerca de 160 pessoas a bordo e parou no caminho para pegar mais gente.

O arquipélago de Turcos e Caicos está a 160 km ao norte do Haiti.

oh/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG