RABAT (Reuters) - Um barco com aproximadamente 50 imigrantes ilegais naufragou na costa de Marrocos e quase todos os seus ocupantes estão desaparecidos, informou a agência de notícias estatal MAP na quinta-feira. O corpo de um homem de 23 anos foi achado em uma praia próxima à cidade marroquina de Kenitra. Serviços de segurança procuravam no mar por sobreviventes, utilizando helicópteros.

Outro jovem que estava a bordo e conseguiu chegar à terra disse que o barco virou meia hora depois de sair, na noite de terça-feira, disseram fontes de segurança segundo a agência.

Autoridades marroquinas dizem que o número de barcos de imigrantes ilegais que vão para a Espanha caiu 90 por cento no ano passado, pois o governo, pressionado por Estados europeus, se mobilizou para combater as quadrilhas de tráfico e para aumentar as patrulhas costeiras.

No entanto, milhares de jovens africanos ainda enfrentam o mar todos os anos para tentar chegar a Europa e escapar da pobreza.

(Reportagem de Tom Pfeiffer)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.