O ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, acredita que o país terá eleições antecipadas no mais tardar no início de 2009, segundo declarações publicadas pelo jornal Maariv.

"Acredito que acontecerão eleições legislativas antecipadas antes do fims do ano, no mais tardar no início de 2009", afirmou Barak no domingo a militantes do Partido Trabalhista, um dos pilares da coalizão governamental de Ehud Olmert, que conta com 64 deputados de um total de 120 no Parlamento.

No entanto, o ministro da Defesa manifestou o desejo de que as suspeitas que pesam sobre Olmert relativas a um escândalo de financiamento ilegal de campanhas eleitorais nos anos 90 não tenham fundamento.

O mandato do atual governo em condições normais vai até novembro de 2010.

ChW/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.