Barak não considera Irã uma ameaça para Israel

O ministro israelense da Defesa, Ehud Barak, afirmou que o Irã não representa uma ameaça para a existência de Israel, em contradição com o discurso habitual do governo de Israel.

AFP |

"O Irã não constitui uma ameaça para a existência de Israel. Israel é forte e não vejo ninguém capaz de representar uma ameaça para nossa existência", declarou Barak ao jornal Yedioth Ahoronth.

"No entanto, penso que o Irã constitui um desafio para Israel e para o resto do mundo", completou.

O Yedioth Aharonot destaca que esta é a primeira vez que Barak afirma que o Irã não representa uma ameaça "existencial" para o país.

O jornal considera que os comentários de Barak estão vinculados ao fato dos Estados Unidos descartarem, ao menos no momento, uma intervenção militar contra Teerã, suspeito de querer produzir armamento nuclear.

Para Barak, a comunidade internacional deve permanecer firme em relação a Coreia do Norte para dissuadir outros países, sobretudo o Irã, de seguir seu exemplo no campo nuclear.

O Irã não reconhece Israel e seu presidente Mahmud Ahmadinejad já afirmou que o Estado hebreu deve ser "apagado do mapa", além de ter manifestado dúvidas sobre o Holocausto.

jlr-ezz/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG