Banheiro quebra na lotada estação espacial internacional

Por Irene Klotz CABO CANAVERAL, Estados Unidos (Reuters) - Os astronautas na Estação Espacial Internacional trabalharam com braços robóticos para instalar uma paleta de um equipamento neste domingo, mas quando tiveram seu intervalo podem ter encontrado longas filas para ir ao banheiro.

Reuters |

Com 13 pessoas na estação, número recorde, o principal banheiro parou de funcionar, forçando os astronautas a usarem os cômodos alternativos do lado russo da estação ou dentro da espaçonave norte-americana Endeavour.

"Coloque um aviso de 'Fora de Funcionamento' no WHC (sigla em inglês para compartimento de dejetos e higiene)", disse Hal Getselman, do controle da missão, a um tripulante após uma fracassada tentativa de conserto.

O cômodo, que é conectado ao sistema de reciclagem de água e dejetos da estação, era o principal banheiro de tripulação. A Nasa estava limitando o uso do toalete da espaçonave porque ele não pode despejar os dejetos, como faz enquanto está em voo.

Os despejos de dejetos podem contaminar a recém instalada plataforma para experimentos científicos da estação.

As instalações foram montadas na frente do laboratório da estação japonesa Kibo durante uma caminhada espacial no sábado. Elas serão usadas para manter experimentos que precisam de exposição ao ambiente aberto do espaço.

Se o toalete não for consertado dentro de seis dias, pode se tornar um problema mais sério, disse o diretor de voo da estação espacial, Brian Smith. "Ainda não sabemos a extensão disso", acrescentou.

Nenhum experimento está a bordo da nova plataforma no momento. Eles serão instalados durante a permanência de 11 dias da Endeavour na estação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG