Bangladesh realiza primeiras eleições em estado de exceção

Nova Délhi, 4 ago (EFE).- Bangladesh realizou hoje as primeiras eleições desde que foi imposto o estado de exceção, em janeiro de 2007, com uma participação superior a 70%, segundo uma fonte da Comissão Eleitoral.

EFE |

O presidente da Comissão Shamsul Huda aprovou o desenvolvimento do pleito, realizado em 13 municípios, e o considerou como uma prova de que as eleições gerais previstas para o final do ano também podem se realizar sem a necessidade de acabar com o estado de exceção.

A votação teve início às 8h (23h, Brasília) e terminou às 16h (7h, Brasília), sem que fossem registrados grandes incidentes, a não ser a detenção do candidato Selim Ahmed Rony por causar distúrbios, segundo a agência de notícias "UNB".

Huda, que visitou alguns dos colégios eleitorais, destacou a alta participação das mulheres e a ausência de incidentes graves para acrescentar que as eleições gerais também podem ser realizadas "sem nenhum problema sob o estado de exceção".

"Pode ser que o povo tenha alguma ressalva psicológico ou conceptual sobre o estado de exceção, mas, na prática, não cria problemas para realizar eleições", disse Huda á imprensa, segundo a "UNB". EFE amp/ab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG