Banco Mundial e ANP assinam acordos para reconstrução de Gaza

Ramala, 14 jul (EFE).- A Autoridade Nacional Palestina (ANP) e o Banco Mundial assinaram hoje, em Ramala, vários acordos, destinados majoritariamente à reconstrução da Faixa de Gaza, severamente castigada pela ofensiva israelense lançada em dezembro do ano passado.

EFE |

No total, os acordos de cooperação e assistência do Banco Mundial à ANP são de US$ 33,5 milhões, dos quais US$ 21,5 milhões serão canalizados a seis projetos para reconstruir infraestruturas na Faixa de Gaza.

Com estes projetos, pretende-se ajudar a reabilitar o fornecimento de energia elétrica, de água e esgoto, os serviços de emergência e municipais, assim como educação ou colaborar com ONGs palestinas, afirma uma nota do Banco Mundial.

O primeiro-ministro da ANP, Salam Fayyad, que assinou os acordos em cerimônia na cidade cisjordaniana de Ramala, disse que a comunidade internacional deve cumprir seu compromisso de ajudar economicamente os palestinos.

Estes compromissos foram alcançados em reunião de países doadores realizada no Egito pouco depois do fim da ofensiva militar israelense entre dezembro passado e janeiro deste ano, que deixou 1,4 mil palestinos mortos e 5 mil feridos, na maioria civis, assim como muito danos materiais, segundo organizações humanitárias.

"Estes compromissos permitirão à ANP realizar de forma imediata o programa de reconstrução, especialmente nos campos da habitação, agricultura e economia", ressaltou hoje Fayyad, no ato.

Ao mesmo tempo, o dirigente palestino pediu que Israel suspenda o bloqueio à Faixa de Gaza e permitir a entrada de materiais de construção. EFE sar-nm-db/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG