Banco Mundial adverte que 2009 pode ser muito perigoso para a economia

O presidente do Banco Mundial (Bird), Robert Zoellick, advertiu nesta sexta-feira em Londres que o ano de 2009 pode ser muito peligoso para a economia mundial.

AFP |

"2009 está se tornando um ano muito perigoso", disse Zoellick à imprensa na véspera de uma reunião dos ministros das Finanças do G20, o grupo das principais potências desenvolvidas e emergentes, que debaterá as maneiras de enfrontar a crise econômica mundial.

"Acredito que será um sinal positivo se o G20 apoiar uma ampliação dos recursos do FMI (Fundo Monetário Internacional), condenar o protecionismo e apoiar soluções práticas", acrescentou.

Os ministros das Finanças e os presidentes dos bancos centrais dos Estados Unidos e da Europa chegam divididos para o encontro de sábado, que examinará os pacotes de estímulo econômico e a regulamentação do setor financeiro.

A reunião de sábado em Horsham, perto de Londres, deve estabelecer bases da reunião de cúpula do G20 entre chefes de Estado e de Governo no dia 2 de abril.

od-bcp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG