Banco do Japão reduz taxa de juros

O Banco do Japão reduziu a principal taxa de juros de 0,5% para 0,3% nesta sexta-feira, em mais uma tentativa de impulsionar a economia do país. A decisão ocorre um dia depois que o governo anunciou um pacote de quase US$ 300 bilhões de dólares em cortes de impostos, ajuda a pequenas empresas e outras medidas, como redução nos pedágios de estradas.

BBC Brasil |

É a primeira vez em sete anos que o Japão reduz sua taxa de juros, e o corte consolida sua posição como o país com as taxas mais baixas entre as nações industrializadas.

A valorização do iene e a desaceleração econômica na Europa e nos Estados Unidos têm deixado os exportadores japoneses em grandes dificuldades.

Ao explicar a decisão, o Banco do Japão disse que o impacto da crise financeira global tinha se tornado "ainda mais severo".

"A lentidão da atividade econômica no Japão deverá continuar nos próximos trimestres com as exportações caindo e os efeitos de aumentos anteriores no custo de energia e outros preços persistindo", afirmou a instituição.

Depois do anúncio sobre a taxa de juros, o índice Nikkei subiu um pouco, mas acabou fechando em baixa de 5%.

Na Europa as bolsas abriram em baixa. O índice FTSE, de Londres, caiu em 1,15% na abertura do pregão. O índice Dax, de Frankfurt, operava em queda de 0,86%, e o Cac 40, da Bolsa de Valores de Paris, em queda de 1,2%.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG