Ban pedirá a Obama que torne paz no Oriente Médio uma prioridade

Nova York, 24 nov (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse hoje que pedirá ao Governo do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, que o processo de paz no Oriente Médio seja uma das maiores prioridades de sua política externa.

EFE |

Ban, aproveitando o Dia Internacional de Solidariedade aos Palestinos, ressaltou que pedirá "à nova Administração dos EUA que desde o princípio se comprometa ativamente com este processo" e que o torne de "máxima prioridade".

O secretário-geral da ONU também destacou seu compromisso para "conseguir uma paz justa, global e duradoura" entre palestinos e israelenses, e ressaltou que os palestinos vivem "privados de direitos inalienáveis" há mais de 60 anos e que os israelenses convivem com a "insegurança".

"Só há uma maneira de abordar esses direitos legítimos e esses medos: com um acordo de paz que ponha fim à ocupação, ao conflito, e crie um Estado palestino que possa viver ao lado e em paz com Israel", acrescentou Ban.

O diplomata também se referiu aos progressos alcançados por ambas as partes nos últimos dois anos, e, embora tenha dito que ainda são insuficientes, declarou que as atuais negociações "são promissoras e substanciais".

Mais uma vez, Ban se disse preocupado com a situação humanitária em Gaza e pediu a Israel que desbloqueie o cerco à região, já que isso agrava o sofrimento da população civil e dificulta o trabalho humanitário.

Além disso, o secretário-geral da ONU voltou a condenar o lançamento de foguetes palestinos contra Israel. EFE emm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG