Ban pede que novo governo do Zimbábue resolva problemas do país

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quarta-feira ao novo governo de união nacional do Zimbábue que combata imediatamente a grave crise que afetou a economia do país, mergulhou a população na pobreza e causou o surgimento de uma epidemia de cólera.

EFE |


A porta-voz da ONU, Michèle Montas, afirmou que Ban expressou satisfação com o fato de o líder opositor Morgan Tsvangirai ter assumido o cargo de primeiro-ministro e formado um governo de união nacional com o presidente Robert Mugabe.

"O novo governo de união nacional deverá enfrentar de forma imediata as crises econômica e humanitária do país, incluindo a epidemia de cólera", disse a porta-voz.

Ban considera que o período que começa nesta quarta é "crucial para consolidar os direitos humanos e as liberdades democráticas" no Zimbábue, afirmou Montas.

"A ONU reitera sua oferta de apoiar o novo governo nesta tarefa de recuperação para aliviar o sofrimento do povo zimbabuano", acrescentou.

Na terça-feira, Ban afirmou que tem a intenção de enviar na semana que vem a Harare uma missão liderada pela secretária-geral adjunta da ONU para Assuntos Humanitários, Catherine Bragg, para que avalie a situação do país.

Leia mais sobre Zimbábue

    Leia tudo sobre: zimbabuezimbábue

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG