Ban pede que Farc libertem incondicionalmente todos os seqüestrados

Nações Unidas, 2 jul (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu hoje às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) que libertem incondicionalmente todos os reféns que mantêm seqüestrados.

EFE |

A porta-voz da ONU, Michèle Montas, disse que Ban acolheu com satisfação o anúncio do Governo colombiano do resgate da ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt, três americanos e 11 policiais e militares que estavam nas mãos da guerrilha.

"Estes seqüestrados e muitos outros que ainda estão em cativeiro na Colômbia sofreram anos de penúrias e privações", assinalou.

Montás qualificou o seqüestro de "um crime horrendo e uma violação atroz das leis humanitárias internacionais".

A porta-voz assegurou que o secretário-geral pede à guerrilha colombiana "que ponha em liberdade imediatamente e incondicionalmente todos os seqüestrados que estão em suas mãos, e de cuja segurança são responsáveis".

"Ele pede às Farc e outros grupos que iniciem um diálogo com as autoridades com objetivo de liberar todos os seqüestrados e pôr fim à violência que há tanto tempo aflige a Colômbia", acrescentou Montás. EFE jju/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG