tolerância zero a tráfico de pessoas - Mundo - iG" /

Ban pede política de tolerância zero a tráfico de pessoas

Nações Unidas, 13 mai (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu hoje uma política de tolerância zero em relação ao tráfico de pessoas, ao observar certos sinais de passividade na comunidade internacional no combate a esta forma moderna de escravidão.

EFE |

Ban assegurou que é preciso adotar uma "postura mais enérgica" contra as quadrilhas que são responsáveis anualmente pelo tráfico ilegal de dois milhões de pessoas.

"Queremos que os traficantes se deem conta do que lhes vem de cima; leis mais rígidas, grandes alianças, ações acertadas e zero de tolerância", afirmou o secretário-geral da ONU em reunião da Assembleia Geral sobre o tráfico humano.

Em primeiro lugar, Ban exigiu que a questão seja tipificada como crime, e, para isso, pediu aos países-membros da ONU que não ratificaram a Iniciativa Global da ONU contra o Tráfico de Pessoas ((UN.GIFT, em inglês) que façam isso o quanto antes.

Ao mesmo tempo, destacou a necessidade de educar as vítimas potenciais destas quadrilhas sobre os direitos e as medidas de proteção que têm à disposição.

Por último, o secretário-geral considerou que se deve reduzir a demanda nos países nos quais estas pessoas são empregadas. Isso porque, atraídos por promessas falsas ou à força, esses indivíduos são obrigados a trabalhar em condições próximas à escravidão. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG