Ban pede medidas urgentes para evitar instabilidade política

Moscou, 27 mar (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse hoje que pedirá na Cúpula do Grupo dos Vinte (G20, formado pelos países ricos e os principais emergentes), em Londres, medidas urgentes para evitar que a crise econômica gere instabilidade política no mundo.

EFE |

"Neste momento de uma economia globalizada, promoverei a aprovação de um plano universal de estímulo que responda às necessidades de todos os países em desenvolvimento e inclua a concessão de ajudas de US$ 1 trilhão durante dois anos", antecipou Ban.

O secretário-geral da ONU insistiu em que existe "um crescente perigo de instabilidade política no mundo".

"Se não adotarmos medidas urgentes para resolver a crise, ela poderá nos levar a uma instabilidade política global", acrescentou Ban, durante uma conferência em Moscou, segundo a agência russa "Interfax".

O sul-coreano lembrou que houve várias revoltas no ano passado por falta de alimentos e mudanças de Governo, e ressaltou que "quando a vida se torna cada vez mais difícil, especialmente nos países mais pobres, aumenta a magnitude das desordens sociais".

O dirigente das Nações Unidas antecipou que durante a Cúpula do G20 de Londres, no dia 2 de abril, insistirá na "adoção de medidas que permitam evitar uma catástrofe potencial no desenvolvimento da Humanidade".

Acrescentou que defenderá a iniciativa da ONU para que os países do G20 concedam um estímulo de US$ 1 trilhão para as economias mais pobres e vulneráveis do planeta.

O secretário-geral da ONU ressaltou que "o mundo mudou e apareceram novas potências cuja voz deve ser escutada", em alusão às economias emergentes, e defendeu por "iniciar reformas que evitem a repetição" da crise global.

Ban assistiu em Moscou a uma conferência sobre a estabilização no Afeganistão convocada pela Rússia sob a égide da Organização de Cooperação de Xangai, integrada também por China, Cazaquistão, Quirguistão, Tadjiquistão e Uzbequistão. EFE se/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG