Ban pede esforço internacional em prol da paz no Oriente Médio

Nações Unidas, 21 jan (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quarta-feira um esforço em massa internacional para resolver o conflito no Oriente Médio e evitar a repetição da crise ocorrida em Gaza.

EFE |

"A violência, a destruição e o sofrimento que vimos é um sinal de um fracasso político coletivo", assegurou Ban em um relatório enviado ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.

"Temos que fazer mais e é necessário que se impulsione um esforço internacional em massa para apoiar e insistir na resolução deste conflito", disse Ban no relatório, que foi lido em seu nome pelo subsecretário-geral da ONU para Assuntos Políticos, Lynn Pascoe.

Pascoe teve que falar em nome do secretário-geral na reunião do Conselho de Segurança porque Ban retornou impossibilitado de fazer declarações de uma viagem pelo Oriente Médio.

"O verdadeiro fim da violência, e uma segurança duradoura para os palestinos e os israelenses, somente chegará mediante uma solução integral do conflito árabe-israelense", ressaltou.

Ban disse não serem necessárias novas ferramentas para chegar a essa meta, porque já existem as resoluções do Conselho de Segurança e a iniciativa de paz árabe.

Também advertiu que o cessar-fogo declarado separadamente no domingo passado por Israel e o Hamas é ainda "frágil" e que, por isso, há muito a ser feito nos campos diplomático e humanitário para aliviar o sofrimento da população civil em Gaza.

No final da reunião, o Conselho de Segurança da ONU adotou uma declaração destinada à imprensa na qual insiste na implementação completa da resolução 1.860, que pede um cessar-fogo durável e sustentável em Gaza.

Os 15 membros do principal órgão executivo da ONU encorajam ambas as partes a adotar medidas tangíveis que façam avançar as negociações para a criação de um Estado palestino junto a Israel, com paz e segurança. EFE jju/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG