Ban Ki-moon visita em Gaza casas destruídas na última ofensiva israelense

GAZA- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, iniciou hoje uma breve visita à Faixa de Gaza no marco de sua viagem por Israel e pelos territórios palestinos, com uma panorâmica da destruição que causou a operação israelense do ano passado.

EFE |

Ban, que esteve ontem na cidade cisjordaniana de Ramala e em Jerusalém, viu em Izbet Abed Rabbo, perto de Jabalya, no norte de Gaza, as casas destruídas em tal ofensiva militar, que deixou cerca de 1.400 palestinos mortos, em sua maioria civis.

AFP

Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon

As casas ainda continuam em escombros porque o bloqueio israelense impede a entrada na faixa de materiais de construção.

Ontem à noite, perante o presidente israelense, Shimon Peres, em Jerusalém, Ban qualificou a situação de Gaza de "muito preocupante" e ressaltou que o bloqueio israelense "impõe dificuldades inaceitáveis, por sua vez reforçando os extremistas".

O máximo representante da ONU dedicará o resto da manhã a reuniões com representantes de diferentes agências das Nações Unidas e visitas a projetos humanitários.

"Irei expressar minha solidariedade com o sofrimento dos palestinos que ali vivem", explicou ontem em Ramala.

Ele também vai falar com meios de comunicação.

Ban voltará a Jerusalém ao meio-dia para se reunir com o ministro da Defesa de Israel, Ehud Barak, com o número dois da diplomacia israelense, Dany Ayalon, (o ministro Avigdor Lieberman está de viagem pela Europa) e com o chefe de Governo, Benjamin Netanyahu.

O secretário-geral já esteve na Faixa de Gaza em janeiro de 2009 para avaliar a destruição provocada pela ofensiva militar israelense, que tinha terminado dias antes. EFE sar-ap/ma

    Leia tudo sobre: ban ki-moonfaixa de gazapalestina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG