Ban Ki-moon saúda acordo de Doha que termina com a crise no Líbano

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, está muito satisfeito com o acordo de Doha que põe fim à crise política de 18 meses no Líbano, permitindo a eleição do novo presidente libanês, segundo um comunicado divulgado nesta quarta-feira por sua assessoria de imprensa.

AFP |

"O secretário-geral recebeu com satisfação o importante acordo alcançado hoje (quarta-feira) em Doha entre os dirigentes políticos do Líbano", assinalou Ban Ki-moon no texto.

Ban Ki-moon "espera que este acordo seja o prelúdio de um período duradouro de reconciliação nacional, de estabilidade política, de paz e de progresso para todos os libaneses e para o futuro de seu país", destacou a nota.

Ban Ki-moon também aplaudiu "a próxima eleição de um novo presidente libanês e a formação de um governo de unidade nacional".

A maioria governamental pró-ocidental e a oposição libanesa, apoiada por Irã e Síria, conseguiram nesta quarta-feira chegar a um acordo em Doha para eleger o novo presidente do país pelo Parlamento no domingo próximo, afastando assim a ameaça de uma guerra civil.

hc/nh/sd/

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG