Ban Ki-moon preocupado com segurança de Zelaya e da embaixada brasileira

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou nesta terça-feira que está muito preocupado com a situação em Honduras e fez um apelo para que se garanta a segurança do presidente deposto Manuel Zelaya e da embaixada brasileira em Tegucigalpa.

AFP |

"Lançou uma vez mais um apelo à segurança do presidente Zelaya", afirmou Ban em uma coletiva de imprensa em Nova York, no dia seguinte que o presidente deposto enviou uma mensagem por telefone pedindo ajuda à ONU.

"O estado de emergência intensificou as tensões. Tomo nota de que o Congresso de HOnduras rejeitou a suspensão das liberdades civis", declarou.

"As ameaças à embaixada do Brasil são inaceitáveis: a imunidade soberana não pode ser violada. "Ameaças contra o pessoal da embaixada são intoleráveis", enfatizou o secretário-geral, condenando essas ameaças "nos termos mais enérgicos".

ltl/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG