Ban Ki-moon pede que países em desenvolvimento combatam mudança climática

Nova Délhi, 5 fev (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, aproveitou hoje a inauguração de um fórum sobre desenvolvimento sustentável em Nova Délhi para pedir aos países em desenvolvimento que façam um esforço e se juntem às nações ricas para encontrar fórmulas que combatam a mudança climática.

EFE |

Ban Ki-moon, em visita a Nova Délhi após ter viajado ontem ao Afeganistão e Paquistão, admitiu que a Índia e a China deram "passos" em sua política de uso de biocombustíveis e de reflorestamento, mas alertou que "não são suficientes", segundo a agência "PTI".

Na inauguração do Encontro sobre Desenvolvimento Sustentável de Délhi 2009, o diplomata sul-coreano disse que a luta contra a mudança climática é uma responsabilidade "comum e compartilhada" de todos os países.

"Não devemos discutir sobre quem é mais responsável, quem é menos responsável, quem deveria fazer mais ou fazer menos", disse Ban Ki-moon, em alusão à polêmica sobre a responsabilidade dos países emergentes em combater a mudança climática.

No entanto, Ban Ki-moon, que elogiou o Brasil por suas políticas ambientais, insistiu em que os países em vias de desenvolvimento têm que assumir um papel mais destacado.

Além disso, mostrou seu desejo de que se chegue a um acordo sobre a mudança climática que substitua o Protocolo de Kioto na conferência prevista em Copenhague, em dezembro.

"O presidente (dos EUA, Barack) Obama assegurou que podemos chegar a um acordo em Copenhague. Isso não foi possível com a Administração Bush", ressaltou Ban Ki-moon.

Dezenas de diplomatas, representantes de órgãos internacionais e especialistas em meio ambiente participam do fórum realizado em Nova Délhi e que terminará em 7 de fevereiro. EFE sp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG