Ban Ki-moon pede comedimento em Gaza e critica morte de civis

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu nesta segunda-feira que Israel tenha o máximo comedimento nas suas operações militares na Faixa de Gaza e condenou a morte de civis, além de criticar o disparo de mísseis contra o território israelense.

AFP |

"O secretário-geral pede que Israel exerça o máximo de cuidado e comedimento e recorda às Forças Armadas de Defesa de Israel suas responsabilidades de proteger os civis sob as leis humanitárias internacionais durante suas operações militares", diz a declaração.

O comunicado acrescenta que Ban "condena as perdas das vidas civis hoje (segunda-feira) em Gaza, incluindo as trágicas mortes de uma mãe e quatro de seus filhos".

O secretário criticou também os "ataques em curso e os foguetes disparados hoje contra alvos israelenses pelo Hamas" e pediu que os grupos militantes palestinos parem com esses atos terroristas.

Ban enfatizou que as "áreas civis dentro de Gaza não deveriam ser usadas como base" para o lançamento de ataques contra o Estado Hebreu.

Quatro crianças entre um e cinco anos, sua mãe e um militante palestino morreram nesta segunda-feira em operações de Israel na Faixa de Gaza.

O exército israelense afirmou que essas mortes ocorreram devido a explosivos levados por militantes palestinos.

ga/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG