O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu nesta quinta-feira à comunidade internacional uma ação coletiva imediata contra o aquecimento global, dizendo-se preocupado com a lentidão das negociações prévias à conferência de Copenhague, em dezembro.

"Nenhuma outra causa merece tanto uma solidariedade mundial", declarou o sul-coreano em entrevista coletiva, cinco dias antes de uma reunião sobre o aquecimento global em Nova York, que será realizada à margem da Assembleia Geral anual da ONU.

"O tempo é curto. A lentidão do ritmo atual das negociações é um assunto de profunda preocupação", acrescentou Ban Ki-moon, lembrando que a conferência de Copenhague começa daqui a 81 dias, 15 dos quais serão dedicados a negociações.

O secretário-geral ressaltou que a reunião de 24 de setembro, que ele mesmo convocou, não tem como objetivo atingir um resultado concreto, mas "galvanizar os espíritos e suscitar uma ação" coletiva na perspectiva da cúpula de Copenhague, de 7 a 18 de dezembro.

hc/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.