NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, disse nesta quinta-feira que estava extremamente preocupado com a situação humanitária na Geórgia e com a falta de acesso dos funcionários de equipes de ajuda em partes do país afetadas pela guerra. O estado de ilegalidade na ex-república soviética como resultado de seu conflito com a Rússia deveria cessar, acrescentou Ban em um comunicado emitido pelo gabinete de seu porta-voz.

(Reportagem de Louis Charbonneau)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.