Ban Ki-moon é reeleito secretário-geral das Nações Unidas

Diplomata sul-coreano, de 67 anos, iniciará segundo mandato em 1º de janeiro do ano que vem

iG São Paulo |

O sul-coreano Ban Ki-moon foi reeleito por unanimidade na Assembleia Geral da ONU para um segundo mandato de cinco anos como secretário geral das Nações Unidas. A Assembleia apoiou por aclamação a reeleição do ex-chanceler sul-coreano, cujo segundo mandato começará no dia 1º de janeiro e terminará no fim de 2016.

Ban declarou sua candidatura há duas semanas e recebeu o apoio formal do Conselho de Segurança da ONU na sexta-feira. Sem nenhum adversário para competir com Ban, os 192 membros da Assembleia Geral confirmaram o novo mandato por consenso.

AFP
Ban Ki-moon faz juramento em cerimônia de reeleição como secretário-geral das Nações Unidas, em Nova York
Apesar de não contar com o carisma de seu predecessor, Kofi Annan, Ban mantém uma imagem de workaholic que recuperou seu prestígio diante de sua audaz posição contrárias a regimes repressores frente aos protestos da chamada Primavera Árabe. "Apesar de o primeiro mandato do secretário-geral ter sido em média decepcionante em matéria de direitos humanos, Ban há pouco encontrou sua voz ao falar com mais firmeza sobre Egito, Líbia e Costa do Marfim", observa Philippe Bolopion, da Human Rights Watch.

Ban Ki-moon tem uma carreira diplomática de 41 anos, que inclui 15 missões relacionadas com as Nações Unidas. O ex-chanceler sul-coreano, de 67 anos, viaja pelo mundo sem descanso e é sempre o primeiro a se levantar e o último a se deitar, segundo fontes da ONU.

Dentro das Nações Unidas, Ban milita por uma reforma para a instituição ser mais eficiente, menos esbanjadora e mais transparente, temas que levou muito a sério.

Ao ser reeleito nesta terça-feira, Ban se disse “profundamente honrado”e declarou estar "motivado e disposto a continuar trabalhando com os Estados-membros". "Estou orgulhoso de tudo o que fizemos juntos, apesar de estar consciente dos enormes desafios adiante", disse depois da votação.

Formação

Ban se formou diplomata na Universidade Nacional de Seul em 1970 e completou seus estudos na prestigiada Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Ele começou a trabalhar com as Nações Unidas em 1975, no Ministério de Relações Exteriores de seu país.

Nascido em 13 de junho de 1944 em um país em guerra, Ban, junto a seus pais e irmãos, teve de fugir de sua província natal quando a guerra começou, nos anos 50. Ele é casado com Yoo (Ban) Soon-taek, a qual conheceu na escola secundária em 1962, com quem tem um filho e duas filhas.

*Com Reuters e AFP

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG