Ban Ki-moon deseja que Sudão reconsidere expulsão de ONGs de Darfur

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon, pediu ao Sudão que anule a expulsão de 13 ONGs internacionais de Darfur, em um discurso em Doha na presença do presidente sudanês Omar al-Bashir, acusado de crimes de guerra pela Corte Penal Internacional (CPI).

AFP |

"Continuo preocupado com a decisão do governo de expulsar organizações não governamentais importantes e de suspender o trabalho de três ONGs nacionais que proporcionam serviços essenciais para a vida de mais de um milhão de pessoas em Darfur", afirmou Ban na abertura de uma reunião de países árabes em Doha.

Segundo a ONU, a violência em Darfur, que está em guerra civil desde 2003, já provocou 300.000 mortes, número que Cartum reduz para 10.000. Também deixou 2,7 milhões de deslocados.

As ONGs foram expulsas em represália à ordem de prisão de Bashir emitida em 4 de março pela CPI, por crimes de guerra e crimes contra a humanidade em Darfur.

"Peço mais uma vez às autoridades sudanesas que reconsiderem a decisão", completou o secretário-geral das Nações Unidas.

bur-CHZ/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG