Genebra, 6 jul (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que os hondurenhos devem poder expressar sua vontade livremente, sem intimidação nem ameaças com o uso excessivo da força.

EFE is/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.