insuficiente - Mundo - iG" /

Ban Ki-moon considera acordo climático de G8 insuficiente

(atualiza com convocação de conferência sobre meio ambiente). LAquila (Itália), 9 jul (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, afirmou hoje que os compromissos sobre meio ambiente alcançados na cúpula do Grupo dos Oito (G8, formado pelos sete países mais industrializados do mundo, mais a Rússia), na cidade italiana de LAquila, são bem-vindos, mas insuficientes.

EFE |

Ban considera que os Governos do G8, do G5 (formado por países em desenvolvimento) e dos outros países reunidos em L'Aquila devem fazer mais para alcançar um acordo na cúpula dedicada ao clima, que será realizada em Copenhague, em dezembro.

Por isso, o secretário-geral da ONU convocou uma Conferência Global sobre Mudança Climática, que será realizada no dia 22 de setembro, em Nova York, dias antes à cúpula do G20, em Pittsburgh.

A ONU convocou todos os países-membros dos grupos à mesa de negociações.

Para Ban, os países representados em L'Aquila e que são responsáveis por 80% das emissões de CO2 em todo o mundo têm uma responsabilidade especial na busca de soluções para alcançar um acordo sobre mudança climática.

Segundo o secretário-geral, se os países não conseguirem alcançar um compromisso, essa oportunidade histórica, que talvez não se repita, será perdida.

Ban defendeu que a temperatura média global não pode aumentar mais de 2ºC e que o mundo reduza as emissões de CO2 em 50%, até 2050.

O secretário-geral mostrou sua satisfação pelo compromisso dos países do G8 (EUA, Japão, Alemanha, Reino Unido, França, Itália, Canadá e Rússia) de reduzirem em 80% suas emissões até 2050, mas acrescentou que outras metas devem ser determinadas.

Em sua opinião, os países desenvolvidos deveriam adotar uma meta de redução de emissões de entre 25% e 40%, até 2020, em comparação com 1990.

Além disso, declarou apoio à transferência de tecnologias limpas dos países ricos para os pobres, para ajudar-los na luta contra o aquecimento global. EFE fab/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG