O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou os atentados contra fiéis xiitas em Bagdá e região, que mataram ao menos 29 pessoas nesta sexta-feira, um mês após a retirada das tropas americanas das cidades iraquianas.

Uma série de atentados com bomba na região de Bagdá matou fiéis que saíam de mesquitas xiitas após a oração semanal, informaram fontes de segurança.

Pelo menos 136 pessoas foram feridas nestes atentados, cometidos simultaneamente em Bagdá e seus arredores.

Ban pediu aos iraquianos que continuem firmes em seus esforços para resolver suas diferenças através do diálogo e para conseguir a reconciliação nacional.

ga/lmo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.