Ban Ki-moon condena atentado na cidade afegã de Kandahar

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou energicamente nesta quarta-feira o atentado que deixou pelo menos 43 mortos na terça-feira à noite em Kandahar, sul do Afeganistão.

AFP |

Ban "ficou consternado com a notícia do atentado cometido na véspera na cidade afegã de Kandahar, que causou a morte de mais de 40 civis e deixou feridos", disse sua porta-voz, Michele Montas, em uma entrevista coletiva à imprensa.

O secretário-geral "condena esse brutal e insensato ato de violência", acrescentou.

O registro divulgado nesta quarta-feira pelo Ministério do Interior afegão e pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), indicava 43 mortos e 65 feridos em consequência do ataque praticado com um caminhão-bomba na terça-feira em Kandahar.

Os talibãs negaram qualquer responsabilidade no atentado, o mais violento praticado no Afeganistão desde o ataque suicida contra a embaixada da Índia em Cabul, em 7 de julho de 2008, que matou mais de 60 pessoas.

A cidade de Kandahar e sua província é um dos bastiões dos talibãs e foi a capital do regime islamita quando esteve no poder entre 1996 e 2001.

hc/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG