Bangcoc, 26 mai (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, partiu hoje de Bangcoc, a capital tailandesa, após terminar uma missão humanitária em Mianmar (antiga Birmânia) e pressionar a Junta Militar para que abra as portas do país à ajuda internacional.

Ban Ki-moon retorna à sede da ONU após cinco dias de reuniões com membros do Governo militar birmanês e visitar a região do delta arrasada pelo ciclone "Nargis", que causou em sua passagem cerca de 134.000 mortos e desaparecidos.

O retorno de Ban Ki-moon a Nova York acontece um dia depois da realização em Yangun da conferência internacional de países doadores, que ofereceram cerca de US$ 100 milhões a Mianmar para assistir aos 2,5 milhões de desabrigados e financiar a reabilitação da infra-estrutura do país. EFE fmg/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.