Ban Ki-moon acha que crise alimentícia pode servir para salvar os pobres

Genebra, 29 abr (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, se mostrou hoje convencido de que a atual crise alimentícia pode ser um impulso para agir a longo prazo, e uma oportunidade para tirar da miséria milhões de pessoas, especialmente na África.

EFE |

"Estou convencido de que podemos conduzir a crise global dos alimentos. Temos os recursos. Temos o conhecimento. Sabemos o que fazer. Portanto, deveríamos considerar isso não só um problema, mas uma oportunidade", disse Ban, durante uma conferência oferecida no Palácio das Nações de Genebra.

O secretário-geral também considera que, se for resolvida a crise alimentícia e houver as bases para que não volte a ocorrer no futuro, essas soluções servirão para promover os outros Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. EFE mh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG