Ban insiste para se encontrar com Suu Kyi

Bangcoc, 4 jul (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, se reuniu hoje com o chefe da Junta Militar de Mianmar (antiga Birmânia), o general Than Shwe, a fim de tentar novamente obter uma permissão para se reunir com a líder opositora Aung San Suu Kyi, que está atualmente detida.

EFE |

A segunda reunião com Than Shwe em Naypyidaw, a nova capital do regime, foi solicitada pelo responsável da ONU depois de ter recebido, no dia anterior, uma resposta negativa ao seu pedido de se encontrar com a Nobel da Paz.

Fontes da ONU indicaram que Ban esperava receber uma resposta clara de Than Shwe ao seu segundo pedido para se encontrar com Suu Kyi.

Durante o primeiro encontro, Ban pediu que a Junta Militar libertasse todos os presos políticos do país, cerca de dois mil, incluindo Suu Kyi, líder da Liga Nacional pela Democracia (LND), a única legenda legal que resiste à intensa pressão do regime.

As autoridades militares adiaram mais uma vez a retomada do julgamento da líder opositora, que começou em meados de maio.

Suu Kyi, de 64 anos, é acusada de violar os termos da prisão domiciliar que cumpria há meia década, ao receber em sua casa o americano John William Yettaw, que invadiu sua casa burlando a vigilância policial. EFE grc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG