Ban expressa satisfação por libertação de 6 reféns das Farc

Nova York, 6 fev (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, expressou satisfação hoje pela libertação de seis reféns por parte das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), e pediu à guerrilha para que entregue imediatamente todos os sequestrados.

EFE |

Ban, em nota distribuída por sua porta-voz, elogiou "os esforços das organizações governamentais e não-governamentais para que esses eventos ocorressem".

"Sequestrar é um crime desumano e injustificável, além de uma violação aos direitos humanitários e da lei humanitária", disse Ban, que pediu "às Farc e a outros grupos para libertar todos os reféns de forma imediata".

Além disso, o responsável das Nações Unidas expressou alívio pela libertação do ex-governador do departamento de Meta Alan Jara, em poder das Farc desde 2001.

Esta semana, o grupo entregou a uma missão humanitária três policiais e um soldado, assim como Jara e o ex-deputado regional Sigifredo López, os dois últimos políticos em poder da guerrilha.

As Farc, que, segundo o Governo colombiano, ainda mantêm 700 sequestrados, anunciaram, em dezembro, a libertação unilateral dos seis reféns.

Ban também expressou "sua solidariedade para com muitas pessoas que estão sendo retidas contra sua vontade na Colômbia". EFE emm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG