Ban elogia decisão do Zimbábue de acabar com sanções a ONGs

Nova York, 29 ago (EFE).- O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, aplaudiu hoje a decisão do Governo do Zimbábue de retirar a proibição de atuação das organizações de ajuda humanitária no país, algo que tinha sido vetado desde o segundo turno das eleições de 27 de junho.

EFE |

Para Ban, a decisão "ajudará as pessoas do Zimbábue a receber uma assistência humanitária neutra e imparcial", disse a porta-voz da ONU, Marie Okabe.

Através de seu porta-voz, o secretário-geral da ONU insistiu sobre "a importância de garantir que o povo necessitado tenha pleno acesso à ajuda humanitária, essencial para suas saúde e bem-estar".

Ban também considerou necessário que se assegure que "as organizações humanitárias possam atuar sem obstáculos nas povoações vulneráveis com o objetivo de realizar operações vitais de socorro".

O Governo do Zimbábue anunciou hoje essa medida, que é "de efeito imediato", para as organizações que oferecem todo tipo de ajuda à região.

O secretário-geral da ONU tinha pedido às autoridades de Harare e ao presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, que retirassem a suspensão às ONGs, proscritas pelo Governo que alegou que essas organizações colaboravam com a oposição. EFE bj/bm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG