Ban diz ser crucial levar terroristas de Mumbai à Justiça

Nações Unidas, 2 dez (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, conversou hoje por telefone com o primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, e ambos concordaram que é crucial levar os autores dos atentados em Mumbai (antiga Bombaim) à Justiça.

EFE |

"Eles concordaram que é crucial levar os autores perante a Justiça e que todos devem cooperar completamente nesse esforço", informou hoje a porta-voz de Ban, Michèle Montas.

Durante a conversa, o secretário-geral reiterou seus pêsames às famílias das vítimas e dos feridos nos ataques terroristas da semana passada.

Fora isso, ressaltou a coragem e a resistência que mostraram o Governo e os cidadãos da Índia e reafirmou sua condenação ao terrorismo, assim como sua determinação para que a ONU tenha um papel de liderança em combater essa ameaça global.

O comando terrorista que atacou Mumbai na quarta-feira passada acabou com a vida de 188 pessoas e deixou mais de 300 feridos.

O único detido confessou seu envolvimento com o grupo islâmico com base no Paquistão Lashkar-e-Toiba e o comissário da Polícia de Mumbai confirmou hoje que os terroristas chegaram a águas indianas em uma embarcação que zarpou da cidade paquistanesa de Karachi. EFE vm/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG