Ban diz estar alarmado com número de mortos por ciclone em Mianmar

Nações Unidas, 5 mai (EFE) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse hoje estar alarmado com a afirmação do Governo de Mianmar (antiga Birmânia) de que o ciclone Nargis pode ter deixado dez mil mortos em sua passagem pelo sul do país.

EFE |

Ban reiterou, durante um encontro com a imprensa, que as Nações Unidas "farão tudo o que puderem para dar ajuda humanitária" ao povo birmanês.

Ele disse que os problemas de comunicação com o país asiático dificultam avaliar com segurança o alcance dos danos e a perda de vidas humanas, mas se mostrou surpreso com os números divulgados pelas autoridades birmanesas.

"Alarmaram-me muito as informações que recebemos de que o número de vítimas já aumentou a 10 mil pessoas", disse o principal responsável da ONU.

Ban assegurou que seu chefe de gabinete se reuniu com o embaixador de Mianmar perante a ONU, Kyaw Tint Swe, para discutir de que tipo de ajuda precisava o país asiático.

Ao mesmo tempo foi mobilizada uma equipe de especialistas da ONU para avaliar a situação no país e qual assistência podem oferecer às diversas entidades que formam a organização multilateral.

"A ONU assume o compromisso de ajudar ativamente o povo de Mianmar", acrescentou.

A ONU calcula em várias centenas de milhares as pessoas que perderam suas casas e estão sem abrigo, água potável e alimentos.

EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG