NAÇÕES UNIDAS - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou o atentado que matou dois dirigentes da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) no Líbano, nesta segunda-feira.

O porta-voz da ONU, Farhan Haq, disse em comunicado que Ban expressa suas condolências aos familiares das vítimas e deseja que os autores do atentado respondam em breve à Justiça.

"Não se pode permitir que este tipo de ação coloque em risco a calma que atualmente prevalece no Líbano", acrescentou.

O dirigente do Fatah no Líbano Kamal Medhat e o responsável de Esportes da OLP no país, Akram Daher, morreram, junto com dois seguranças, devido à explosão de uma bomba na passagem de seu comboio, perto do campo de Mieh Mieh, próximo à cidade de Sidon.

O ataque era destinado contra o principal responsável da OLP no Líbano, Abbas Zaki, que tinha saído do campo minutos antes da explosão, segundo a rede de televisão "LBC".


Leia mais sobre Fatah

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.