Ban condena ataque a ônibus com militares em Trípoli

Nações Unidas, 13 ago (EFE) - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou hoje o atentado cometido na cidade de Trípoli (norte do Líbano) contra um ônibus com militares, que deixou 11 mortos e 54 feridos.

EFE |

Ban considera que este ataque "não deve entorpecer os passos positivos dados para devolver a normalidade ao país", disse o porta-voz da ONU, Farhan Haq.

O porta-voz acrescentou que o secretário-geral transmite os pêsames ao Governo libanês e às famílias das vítimas, muitas delas membros das Forças Armadas libanesas.

O fato aconteceu quando uma bomba, aparentemente acionada à distância, explodiu a poucos metros de um ônibus, ocupado em sua maioria por militares, que fazia o trajeto entre Trípoli e Byblos, disseram à Agência Efe fontes policiais em Beirute.

Em comunicado, o Exército libanês afirmou que o atentado era dirigido de modo direto contra as Forças Armadas e a paz civil. EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG